Reserva Vale

Gosta de passeios bate-volta e da capital capixaba? Bom, que Vitória é uma capital com diversos roteiros possíveis a gente não nega. Mas a diversidades de passeios bate-volta possíveis da capital também são de encantar o turista e fazer a vida do morador ainda não alegre. Neste post, escolhemos cinco destinos que cabem direitinho num bate-volta e apresentam atrações para todos os gostos!

Reserva Natural Vale – Linhares

Reserva Vale

Entrada da Reserva Natural Vale – Linhares

Localizada na BR101, a 160 km de Vitória, a Reserva Natural Vale é um daqueles lugares que todo apaixonado por floresta, animais e curiosos da Mata Atlântica deveriam conhecer.

Com uma área de mais de 20 mil hectares, ou seja, um pouco mais de 28 mil campos de futebol, a Reserva Natural possui uma área aberta ao público em geral, contando com estrutura de restaurante, lanchonete e hotel.

Reserva Vale

Lago da Reserva Natural Vale -Linhares

Reserva

Área de entretenimento infantil – Reserva Natural Vale

Play

Play da Reserva Natural Vale

Reserva Vale

Das exposições permanentes sobre a Mata Atlântica da Reserva Vale

Reserva Natural Vale

Das diversidades da Reserva Natural Vale

Ideal para quem curte ecoturismo, a visita a Reserva Natural Vale nos leva a conhecer tanto um ambiente com espécies da Mata Atlântica destacadas num paisagismo singular, através de trilhas curtas com visitas a lagos e piscinas, tanto a trilhas na Mata, que devem ser acompanhadas de um monitor.

Para quem não curte muito trilhas, tanto a brinquedoteca quanto o Centro de Visitantes também são boas opções para descobrir um pouco da riqueza do local, e a dica aqui é conferir a programação, que volta e meia conta com eventos especiais.

reserva vale

Das paisagens da Reserva Vale

A Reserva Natural abre todos os dias, das 8h30 às 16 horas. A entrada é gratuita, e para quem quiser uma experiência a mais, existe opção de hospedagem também. Eventuais dúvidas sobre visitação podem ser sanadas através dos telefones (27) 3371-9702 e (27) 3371-9703. Embora esse bate-volta seja um pouco mais demorado, compensa demais conhecer a Reserva.

O bate-volta para o Mosteiro Zen Morro da Vargem – Ibiraçu

O Mosteiro Zen Morro da Vargem é outro dos lugares capixabas que deixam a gente encantados. Localizado na BR101, sua entrada está localizada a cerca de 2 km da Praça Torii (visível da BR101 para todos que passam pelo km 217).

Mosteiro

Na Praça Torii – Mosteiro Zen

Estatuas

Um tico de gente no meio das esculturas – Praça Torii – Mosteiro Zen Morro da Vargem

Primeiro Mosteiro Zen da América Latina, foi fundado em 1974 e de lá para cá muitas melhorias foram feitas tanto no acesso quanto na melhoria da qualidade ambiental do seu entorno. Atualmente conta com uma estrutura de templos, dormitórios, centro ambiental, centro de estudos, trilhas e áreas de múltiplos usos, entre outros.

Mosteiro

Esculturas Sagradas do Mosteiro Zen –

Mosteiro

Buda Deitado – Mosteiro Zen Morro da Vargem – Ibiraçu

mosteiro

Das áreas de múltiplos usos do Mosteiro Zen

O Mosteiro é aberto a visitação aos domingos, das 8 às 11 horas. Entretanto, deve-se observar se não choveu, pois nestes casos, ele não abre. Na visitação dos domingos é possível conhecer um pouco da história do Mosteiro, ter um contato inicial com a rotina do mosteiro e participar da prática de sazen. É cobrado uma taxa de visitação aos domingos, no valor de R$5,00, e neste dia também são oferecidos lanches e sucos. Observa-se aqui que devido ao fato de estar localizado numa reserva ambiental, não é permitido a entrada com animais de estimação e nem a realização de piqueniques.

mosteiro zen

Para o Sazen – Mosteiro Zen Morro da Vargem – Ibiraçu

Para quem tiver interesse em passar mais tempo no Mosteiro, existe os retiros realizados ao longo do ano, com duração e objetivos específicos. Para mais informações, a sugestão é conferir a programação do Mosteiro.

Para completar o passeio por Ibiraçu, a dica aqui é almoçar nas opções de agroturismo próximo ao Mosteiro, como o Pesque-pague Lagoa do Vale ou a Estância Clube Lombardi.

Museu de Biologia Prof. Mello Leitão – Santa Teresa

Atualmente vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus, o Mello Leitão foi criado no final dos anos 40, pelo naturalista Augusto Ruschi. Com o objetivo de colecionar espécies de plantas e animais, além de realizar pesquisas a respeito da Mata Atlântica e sua riqueza natural, não é possível passar pelo Museu e aprender um pouco sobre os colibris, além de se encantar com estes.

Mello Leitão

Entrada do Museu Mello Leitão – Santa Teresa

A estrutura do Museu Mello Leitão vai desde a antiga casa do Augusto Ruschi, preservada e tendo na sua varanda um dos principais locais para observação dos beija-flores, aos pavilhões de exposições, de ornitologia, orquidário, jardins e os viveiros.

Observatório

Observatório de Colibris – Museu Mello Leitão – Santa Teresa

Mello Leitão

Sobre observar beija-flores – Mello Leitão

O Museu fica localizado em Santa Tereza, na Av. José Ruschi, Nº 4, e é facilmente encontrado pelo Googlemaps. Ele está aberto a visitação de terças a domingos, das 8 às 17 horas. A entrada é gratuita.

A visita ao Museu pode levar todo um turno, e para aproveitar o outro turno em Santa Teresa, a dica é conhecer alguma de suas rotas turísticas ou almoçar na Rua de Lazer.

Rua de Lazer - Sta Teresa

Rua de Lazer de Santa Teresa

Bate-volta até o Zoopark da Montanha – Marechal Floriano

Primeiro Zoológico do Espírito Santo, o Zoopark da Montanha é um destino que agrada crianças e adultos. Localizado próximo a BR262, na estrada para Rio Fundo, o seu acesso é fácil e sinalizado e cabe certinho num bate-volta a partir de Vitória.

A estrutura do ZooPark conta com diversos ambientes, dos quais destaco o Aviário, onde somos convidados e entrar no ambiente com uma diversidade de aves e passar por ali observando as aves. O cuidado aqui se deve ao fato de não perseguir e nem tentar tocar nos animais ali, por mais próximos que eles possam chegar da gente.

ZooPark da Montanha

ZooPark da Montanha de Marechal Floriano

Com relação aos mamíferos e demais animais, podemos avista-los através de uma placa de vidro, que permite que algumas vezes eles cheguem bem pertinho da gente.

Na parte dos primatas, é interessante buscar visita-los na hora que o cuidador for alimenta-los. Vê-los interagindo com o monitor e fazendo uma algazarra é bem bacana.

Araras

As Araras do Zoopark – Marechal Floriano

Zoopark da montanha

Tigre do Zoo assim – de pertinho!

ZooPark da Montanha

Será que o patinho é um Cisne? Zoopark da Montanha

O local conta com restaurante Self-service, além de lanchonete. Esta aberto a visitação de quarta a domingo, das 9 às 16 horas. A entrada custa R$30,00 (inteira) e crianças até 12 anos, estudantes com carteirinha, professores, doadores de sangue, militares e idosos pagam meia entrada. Para mais informações, entrar em contato através do telefone (27) 3288-1151.

Pedra Azul – Domingos Martins

Conhecer a região de Pedra Azul, distrito de Domingos Martins, é uma das dicas que dou a quem quer descobrir um pouco sobre as montanhas capixabas. E para essa região, cabe muito bem um bate-volta para todas as estações. Além da presença do Parque Estadual Pedra Azul, o local conta com a Rota do Lagarto, que é recheada de bons restaurantes, lojas de lembranças, artesanatos, cafés e cenários que dificilmente irá encontrar em outros  locais.

Pedra azul

Sobre qual lugar é mais charmoso na Rota do Lagarto – Pedra Azul – Domingos Martins

quadrado

Dos detalhes que encantam no Quadrado de São Paulinho – Venda da Rota – Pedra Azul

Pedra Azul

Daquelas coisas que a gente não consegue segurar!

Dos restaurantes da região, destaco o Alecrim Cozinha Artesanal, localizado no Quadrado de São Paulinho (já na rodovia). Outro no Quadrado gostoso tanto para um almoço descontraído quando para um bom chocolate quente é o Tuia Gastronomia e Arte.

Alecrim

O Azul do Alecrim – Pedra Azul – Domingos Martins

Conheça essa região sem pressa, e não deixe de subir no Parque Pedra Azul, nem que seja para conhecer o Centro de Visitantes, a história do Parque e apreciar o Bosque de Cerejeiras Kaouru Kumazava.

 

E como o tema bate-volta é recorrente nas viagens Brasil e mundo a fora, o blog Cantinho da Ná detalhou num post como aproveitar melhor este estilo de passeio, e exemplos bem aplicados de como curtir um bate-volta a gente pode observar com Uma Viagem Diferente, que detalha 12 bate-voltas a partir de São Paulo e com o Um Olhar Novo, que lista tem destinhos a partir de Lisboa!

No mais, aproveite o destino escolhido para conhecer!

Compartilhe: