Bondinhos Caracol

Outra forma de se apreciar a Cascata do Caracol e toda a sua exuberância é através dos Bondinhos Aéreos do Parque da Serra. Localizado praticamente ao lado do Parque Estadual do Caracol, o Parque da Serra possui uma vista privilegiada da Cascata, além de atrações divididas em três Estações, de acordo com as “paradas” dos bondinhos.

Bondinhos Aéreos – Parque da Serra – Canela/RS

O Parque da Serra e os Bondinhos Aéreos

O Parque da Serra esta localizado a cerca de 750 metros a nível do mar, com vegetação nativa de Mata Atlântica e também Mata de Araucária. Sob suas estações é possível observar o Vale da Lageana e todo o charme da escarpa que a natureza deixou ali de presente. 

Cascata do Caracol do Parque da Serra – Canela/RS

As atrações deste parque são apresentadas nas Estações em que a gente entra nos bondinhos. São elas a Estação Central, a Estação Animal e a Estação Cascata. A entrada se dá pela Estação Central, que é a do meio. Ali, é possível admirar a área dos parques do Mirante, tem lojas de lembranças e uma pequena lanchonete. 

Chegada dos Bondinhos a Estação Central – Parque da Serra – Canela/RS

Já a Estação Animal é a mais alta, onde além do mirante para os parques é possível percorrer uma pequena trilha com animais de madeiras estrategicamente alocados, para nos lembrar da fauna silvestre que é possível encontrar pela região. 

Trilha Acessível da Estação Animal – Parque da Serra – Canela/RS

Aqui também tem o Espaço Esculturas que Falam, onde diversas esculturas de animais em madeira reproduzem o som destes. São cerca de 80 peças elaboradas pelo artista Masaharu Hata. Para poder aproveitar com calma este espaço, reserve pelo menos 20 minutos para poder testar os sons dos animais de madeira ali expostos sem pressa – e seguindo as instruções do monitor que ali estiver.

Espaço Esculturas que Falam – Parque da Serra – Canela/RS

 

Um pouco da fauna local retratada em esculturas de madeira – Parque da Serra – Canela/RS

Depois de apreciar as esculturas, é possível se deliciar com um sorvete ou pipoca, e seguir para a Estação Cascata – possivelmente uma das mais esperadas. Ali, há um espaço para fotos com a Cascata do Caracol ao fundo e uma loja de lembranças. 

Cascata do Caracol vista do Mirante da Estação Cascata – Parque da Serra – Canela/RS

O Parque da Serra funciona todos os dias, das 9 às 17 horas. Os ingressos custam R$42,00 (adulto), R$21,00 (crianças entre 6 a 12 anos e acima de 60 anos) e gratuidade aos menores de 5 anos. 

Nossa Experiência nos Bondinhos Aéreos

Fomos aos Bondinhos Caracol após termos passado uma manhã deliciosa no Parque Estadual do Caracol, como a gente compartilhou neste post. A ideia era ver a Cascata das formas possíveis e disponíveis aos turistas com crianças. Como já tinha olhado o preço da entrada na internet, foi tranquilo digerir que estaríamos pagando ali para um adulto quase o valor total investido na atração anterior.
Os Parques da Serra tem estacionamento, o que ajuda bastante – visto que este foi o meio de transporte escolhido por nós para o deslocamento entre as cidades de Gramado e Canela. Chegamos e logo estacionamos o carro, próximo a entrada. A primeira parte a ser enfrentada foi a fila para compra dos ingressos e assim, entrarmos na Estação Central. Dali, continuamos na fila para entrar nos bondinhos. 
Os bondinhos vem em grupos de três, e cada um cabe até seis pessoas confortavelmente. A dica aqui é sempre buscar ficar num bondinho que seja da ponta (o primeiro ou o último), para que a vista seja melhor. E dentro do bondinho, próximo as janelas a vista também é privilegiada. Destaco aqui que os bondinhos não são climatizados, o que no verão pode gerar um pequeno desconforto.

Aquela parceria para a vida – Parque da Serra – Canela/RS

A primeira descida é na Estação Animal, como já relatado. Ali, é possível fazer a trilha e seguir para o Espaço Esculturas que Falam, além de ir ao banheiro. Nesta Estação também tem um espaço no qual é possível comprar pipoca e sorvete.
A parada nesta estação pode levar de 20 a 60 minutos, dependendo da interação com as obras ali expostas. Aqui, fomos parando em cada escultura da trilha, lendo as informações apresentadas nos cartazes com a  pequena e depois interagindo com as esculturas no Espaço. Então já pode ir se programando – se estiver com criança, destine ao menos 40 minutos aqui – pois elas vão amar!

Informações sobre a fauna local – Parque da Serra – Canela/RS

 

Sobre a trilha e seus animais – Estação Animal – Parque da Serra – Canela/RS

 

Mais da trilha – Estação Animal – Parque da Serra – Canela/RS

 

Por que escutar faz bem – Espaço Esculturas que Falam – Parque da Serra – Canela/RS

 

Aquela escultura clássica – Parque da Serra – Canela/RS

Da Estação Animal, descemos para a Estação Cascata. Um dos chamariz desta Estação é o fato de ser o ponto mais próximo da Cascata do Caracol, em linha reta. Ali, há um pequeno mirante no qual é possível tirar fotos com a Cascata ao Fundo. Há um fotografo ali fazendo fotos profissionais, e caso escolha essa opção, terá um espaço privilegiado para tirar sua foto. Caso não (como foi o nosso caso), dá para tirar a foto assim que estiver subindo as escadas para pegar o bondinho de volta – a dica é só esperar um pouco o lugar esvaziar!

Foto clássica com a Cascata do Caracol ao fundo – Estação Caracol – Parque da Serra – Canela/RS

Subindo rumo ao retorno a Estação Central, nos é informado de uma nova atração, o Eagle. O Eagle trás um pouco do espirito aventureiro ao parque, como uma especie de tirolesa com cadeiras. O valor é pago a parte (R$35,00) e na ocasião que fomos, não me lembro por qual motivo, não estavam aceitando cartões de debito. Não chegamos a ir no Eagle – Manu ainda não tem o tamanho que fornece segurança para ela – e aí, fomos companheiros da pequena.
Não sei se por ter visto a Cascata do Caracol do Parque Estadual e de diversos ângulos, somado ainda um tempo em que no Observatório só tínhamos nós, não achei tão encantador assim a vista dos Bondinhos. O diferencial do Parque da Serra, na minha humilde opinião, é o bondinho somado com a Estação Animal. Então caso queira ter uma experiência quase que completa sob as vistas possíveis da Cascata e ainda de quebra andar num bondinho, aconselho a dobradinha. 
Caso você tenha que escolher, pense no estilo de passei que mais te agrada: o com um contato maior com o ambiente natural (Parque Estadual) ou apenas observar a Cascata e andar de bondinhos (Parque da Serra). Mais opiniões sobre a experiência recomendo os posts do blog Meus Roteiros de Viagem e o Fui Ser Viajante.

Compartilhe: