Anchieta

Conhecer Castelhanos era um desejo antigo. E não dá para negar que parte dele vem das fotos aéreas que tem desta praia em um restaurante Self-service que há em Vitória e volta e meia vou. Então, logo que Anchieta tornou-se o nosso destino de final de semana, não tinha como não aproveitar para conhecer tal balneário. Nossa experiência? Dividimos neste post com vocês!

Anchieta

Andando a beira mar e se afastando dos quiosques, a gente encontra estas surpresas

O IPC Mar

Nosso ponto de partida para a praia de Castelhanos, num sábado pela manhã, foi a Pousada Pau Brasil, em Ubu, onde estávamos hospedados. E partindo de lá, duas eram as opções até Castelhanos – uma pela ES-060, a Rodosol (coisa de 6 km a serem percorridos durante 10 minutos) e a outra era pela orla, numa estrada de terra batida e em alguns trechos vendo o mar. Como estávamos sem pressa alguma, nossa escolha foi a orla,  e de quebra, conhecer o IPC Mar (antiga base do Tamar em Anchieta).

Anchieta

Caminho de fronte ao IPC Mar – Acesso a praia

Anchieta

IPC Mar – Entrada

O Instituto de Pesquisa e Conservação Marinha, vulgo IPC Mar, também é conhecido como a base do Tamar em Anchieta. Funcionando desde 2003, com sede na praia de Guanabara, ele monitora cerca de 24 km de praia, observando as fêmeas ninhos e filhotes de três espécies de tartarugas marinhas: a verde, de pente e a cabeçuda.

Anchieta

Um pouco sobre as tartarugas marinhas e suas características no IPC Mar – Anchieta/ES

Anchieta

Mais sobre estes seres tão antigos quanto os dinos! IPC Mar – Anchieta/ES

Anchieta

E aí, do tamanho de tal tartaruga tu és?

No centro de visitantes é possível conhecer um pouco dos habitats e hábitos destes animais, além de como é o trabalho de preservação. Isso se dá através da visita guiada com a observação de replicas de tartarugas, que ilustram todo o ciclo de vida. No verão, com a incidência de desova, alguns exemplares vivos podem ser encontrados no centro de visitantes.

Anchieta

Criança feliz essa!

Anchieta

Representação daquele momento que é só dádiva!

A entrada é gratuita, e a parada no IPC Mar não leva mais que 30 minutos. Ele fica aberto a visitação de terça a sábado, das 08 às 17 horas. Caso fique na dúvida, pode entrar em contato através dos telefones (28) 3635-3547 ou (28) 99902-4075.

Anchieta

Um abraço neste pequeno filhote! IPC Mar – Anchieta/ES

A praia de Castelhanos

Depois da parada no IPC Mar, seguimos rumo a praia de Castelhanos. Confesso que para um sábado de manhã, estávamos muito tranquilos com o horário, e aí, esquecemos totalmente de conferir a maré. E quando a gente vai a uma praia que é famosa pelas piscininhas que forma na maré baixa sem olhar a maré, as chances de chegar e já estar com maré subindo é alta.

E foi justamente o que aconteceu! Chegamos e as rochas já estavam bem submersas – e com a maré subindo, a água deixou a sua característica de ficar mais clara e pouco (ou quase nada) vimos das piscininhas.

Anchieta

O mar de Castelhanos

Mas como Castelhanos tem mais que piscininhas para aproveitar, escolhemos uma boa sombra para abrir nossas cadeiras de praia. O guarda-sol não foi necessário, pois escolhemos também logo o quiosque que ficaríamos consumindo. Mas já imaginando que no verão deva ser difícil chegar às 11 horas e ter mesa disponível, aconselho a não tirar o guarda-sol do kit-praia.

Anchieta

Vida boa essa menina!

Aproveitamos para andar um pouco até o pontal da praia, e curtir aquele lugar sem a lotação de verão. Aproveito para destacar que mesmo sendo o primeiro final de semana de junho, havia outras pessoas aproveitando o dia na praia, e a temperatura, que estava na casa dos 30°C.

Anchieta

Daqueles caminhos que dão onde a gente precisa! Anchieta/ES

Anchieta

A orla de Castelhanos vista do pontal

Anchieta

Pontal de Castelhanos e suas formações rochosas

Anchieta

Jamais ignore os avisos a beira-mar!

Anchieta

As sereias de Anchieta

Anchieta

Achamos essa sereia na praia e não resistimos!

Onde comer em Castelhanos

Durante a nossa estadia em Anchieta fizemos duas refeições em Castelhanos. Na sexta a noite, logo que chegamos, enquanto buscávamos um restaurante bacana para comer carne vermelha, escolhemos o Restaurante Batelão.

Localizado a beira da praia e num lugar fácil de achar (está na avenida beira-mar), o Restaurante Batelão era também um dos poucos abertos naquela sexta. Os funcionários estavam preparando os estandartes para os Passos de Anchieta quando chegamos, mas prontamente fomos atendidos. Nossa escolha foi pelo Filá com Fritas (R$91,30 em jul/19), que acompanhava arroz, vinagrete e farofa. A carne veio um pouquinho além do ponto, mas estava suculenta e as batatas, sequinhas.

Anchieta

Filé com Fritas do Restaurante Batelão – Castelhanos – Anchieta/ES

No cardápio, também tinha opções com frutos do mar, com preços variando entre R$95 a R$193 para as tradicionais moquecas e de R$16,50 a R$79,20 para as entradas (do aipim frito ao vinagrete de polvo).

Outro lugar que escolhemos para comer em Castelhanos foi o Quiosque do Pitanga. Essa escolha foi devido as fotos que tínhamos visto nas mídias sociais do famoso camarão no coco e no abacaxi. Confesso que na hora ficamos em dúvida sobre qual pedir, mas devido ao fato de que sabores agridoce não fazerem tanto sucesso com a pequena e o marido, fomos no camarão no coco.

Anchieta

Camarão no coco e seus acompanhamentos – Quiosque do Pitanga – Castelhanos

Anchieta

Estamos servidos? Quiosque do Pitanga – Castelhanos – Anchieta/ES

Embora não tenha anotado os preços por itens, os preços do Quiosque do Pitanga são justos. O camarão no coco não era mais que cem reais, e a nossa conta do almoço (com um kibe de entrada, 2 águas de coco e uma cerveja garrada) deu R$132,00 (jul/19). O prato alimentou muito bem a gente (eu, marido e pequena), sobrando arroz, batata, banana e por pouco, até camarão. Destaco que tomamos café da manhã tarde e na pousada.

Nossa Percepção

Ir na praia de Castelhanos e não aproveitar para ver as piscininhas foi uma parte decepcionante para mim. Era justamente o que queria curtir de lá, e foi osso lhe dar com a ideia que perdemos o time por não ter ficado atento a maré. Então, anota aí a dica, caso curta também estes ambientes: olhar a tábua de mares.

Como? Tenho o costume de verificar no surfguru, olhando sempre o horário do dia que a altura está menor. Deste horário, você pode chegar uma hora antes e dá para aproveitar bem até por 1-1,5 horas depois.

Agora no quesito beleza cênica e alimentação, não temos absolutamente nada a reclamar. As sombras das castanheiras na praia forma um visual lindo, que ao lado de uma boa comida deixa tudo melhor.

Anchieta

O mar de Castelhanos e as crianças curtindo o sol – Anchieta/ES

Imaginando que no verão (digo aqui em janeiro) o lugar é super disputado, fugiria deste mês e iria nos outros tranquilamente. Só dar aquele confere para ver o tempo e curtir!

Compartilhe: