Tivemos que ir a Venda Nova do Imigrante por motivos pessoais, e resolvemos aproveitar a viagem para fazer alguns passeios pela região que agradasse a pequena – e a gente, por tabela!

Saímos de Vitória um pouco tarde – umas 10 horas – e resolvemos parar para almoçar na estrada, na Casa da Bica. Já conhecia o lugar de parar para lanchar, mas sempre a noite, e nunca parei para reparar o entorno e as atrações do lugar. Pois bem, surpresa positiva: lá tem uma área com brinquedos para crianças, além de poder “atravessar” por baixo da ponte e ver de perto a queda d’água que dá nome ao lugar.

Indo conhecer a “Bica”

“Bica”
Casa da Bica – Parte de Baixo 


O restante do sábado foi ocupado com o evento que nos levou a Venda Nova. Mas no domingo fomos conhecer a Fazenda Saúde. O ambiente é muito delicioso, e mesmo com o frio que estava fazendo (14°C) deu para aproveitar a área de lazer da mesma. Pode-se escolher por pagar uma pequena taxa de entrada ou almoçar no lugar e aproveita-lo. Em caso de almoço, o buffet é livre – aí dá para se deliciar com os quitutes nada lights do lugar.

Entrada da Fazenda Saúde
Ainda a área de entrada: um charme não?
A pequena se sentindo solta

Na Fazenda tem ainda a opção de pesque-e-pague – para os que gostam do esporte! Há também pedalinhos, que desta vez não arriscamos passear (mas pelo frio que estava).

Lago para o pesque-e-pague

Família

Área do Lago


Para aqueles que gostam de brincadeiras mais animadas, há também uma tirolesa. Fui algumas vezes com a Manu, e não vi problema algum em descer com ela – além, é claro, de ter que subir com a tirolesa para ir “de novo” e “de novo”.

Tirolesa


Saímos com da Fazenda Saúde com a vontade de voltar num dia com um pouco mais de sol – aqueles que dá para estender uma toalha do chão e ficar ali curtindo o lugar sem tremer! Apenas um detalhe: lá só aceita dinheiro em espécie ou cheque!
Aproveitamos o caminho de volta e paramos para apreciar o artesanato local e levar um pouco dos biscoitos/bolos e delicinhas para Vitória. Aí paramos na Tia Cila/ Artesanato da Cláudia e Móveis de Demolição São José. Estas três lojas são um charme a parte –  pelo esmero de tudo e atendimento. Super recomendo uma parada ali para conhecer o lugar e abastecer o armário de quitutes da região. Neste mesmo lugar há uma pequena trilha para a Capela São José – que vale a pena conhecer e apreciar.

Entrada do Local – Tia Cila/ Artesanato da Claudia/ Móveis de Demolição

Manu brincando os os artigos de decoração
“Trilha” para a Capela São José
Capela São José
Dali partimos para Vitória. No caminho, ainda paramos para uma foto na Estação Ferroviária de Viana. Pessoalmente acho ela um charme, mas é uma pena que só fique aberta quando o Trem das Montanhas está saindo/chegando. 

Viana – Estação Ferroviária


Para variar, voltei com vontade de retornar á Venda Nova na primeira oportunidade que der – para visitar os lugares que não deu tempo para ir e curtir mais um pouco a região. Mas acho que é assim mesmo quando a viajem é prazerosa né – fica um quê que quero mais!


Compartilhe: