Roteiro Histórico por Vila Velha? Então, que as praias de Vila Velha são um chamariz e tanto para coloca-la no seu roteiro, não vamos discordar. Mas que não dá para deixar de conhecer sua parte histórica, isso não mesmo!

roteiro vv

Manu pequetita no Bondinho da Casa da Memória

Vila Velha está localizada na Região Metropolitana da Grande Vitória, separada por pontes da capital Vitória. E seu nome já começa a contar a sua história, sendo a primeira capital capixaba, em 1535, local onde desembarcou o donatário da antiga Capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho. E devido ao fato de ser a cidade mais antiga do Espírito Santo, a história da colonização também começa por ali, com construções históricas e muitos monumentos que merecem o tour pela região.

E pensando no que Vila Velha tem a mostrar, segue a dica de um roteiro histórico para um dia, com vistas e paradas estratégicas. Esse roteiro pode ser feito tanto a pé (para os mais animados), de ônibus com alguns trechos de caminhada ou de carro. No final do post a gente detalha os meios de locomoção.

Sítio Histórico da Prainha

Aqui, nesse roteiro histórico, a ideia não é fazer todo o Circuito Histórico da Prainha, composto pelo Casa da Memória,o Museu Homero Massena, a Igreja Nossa Senhora do Rosário, Academia de Letras, Gruta Frei Pedro Palácios, Forte São Francisco Xavier da Barra – 38ºB.I e o Convento da Penha, mas sim boa parte dele.

Casa da Memória

Ponto de partida do nosso roteiro, a Casa da Memória apresenta como se deu o início da colonização do solo capixaba, com maquete do navio que aqui chegou com o donatário, a história do município de Vila Velha e também alguns elementos culturais capixabas.

roteiro vv

Manu e os navios portugueses – Casa da Memória

roteiro vv

Instrumentos do Congo e da Cultura Capixaba – Casa da Memória

A Casa da Memória é tombada pelo Conselho Estadual de Cultura, e construída em 1893.  Geralmente ela abriga exposições temporárias também, com temática capixaba. Vale a pena apreciar.

roteiro vv

Manu curtindo uma das exposições na Casa da Memória

No quintal da Casa da Memória, é possível conhecer o Bondinho que por muito tempo foi o meio de transporte na região, além de uma estátua em homenagem ao Vasco Fernandes Coutinho.

roteiro vv

O bondinho de Vitória a Vila Velha – Casa da Memória

roteiro vv

Vasco Fernandes Coutinho – o donatário do Espírito Santo

roteiro vv

Manu e o bondinho da Casa da Memória

O tour pela Casa da Memória levará de 30 a 60 minutos, de acordo com a sua curiosidade. Aproveite caso um monitor esteja disponível para tirar dúvidas sobre as peças e a história do Espírito Santo. A Casa da Memória funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 hs e nos finais de semana e feriados, das 10 às 16 hs. A entrada é gratuita.

Museu Homero Massena

Atualmente (2020) o Museu Homero Massena está em reforma, mas caso passe por lá e essa tenha acabado, esse é o segundo lugar a se visitar no Sítio Histórico da Prainha.

roteiro vv

Fachada do Museu Homero Massena

Antiga residência do artista, o Museu apresenta a simplicidade e rotina do mesmo, como gostava de trabalhar e suas principais obras, além da importância do mesmo para as arte capixaba. Mais detalhes sobre o Museu Homero Massena, só conferir no post todinho dedicado a este, clicando AQUI.

roteiro vv

Atelier do Homero Massena

A visita ao Museu Homero Massena levará em torno de 30 minutos, e poderá ir andando da Casa da Memória para lá, visto que é na mesma calçada. A entrada era (vamos ver se continuará após a reforma) gratuita.

Igreja do Rosário

A Igreja do Rosário é uma das Igrejas mais antigas do Brasil, datada de 1935, sendo o marco para a colonização do Espírito Santo. Diga-se de passagem, é a mais antiga do Brasil que ainda ocorrem missas regulares.

roteiro vv

Igreja do Rosário – Prainha – Vila Velha

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário é o único templo religioso que conserva a história do padroado, com a preservação dos documentos de doação das santas relíquias de São Colombo e São Liberato. Depois de reformas e restaurações diversas, o resgate histórico de pinturas artísticas foram feitos.

roteiro vv

Interior da Igreja do Rosário

roteiro vv

Altar da Igreja do Rosário

A visita a Igreja do Rosário não deverá ultrapassar 30 minutos – já considerando aqui um tempinho para agradecimentos.

Convento da Penha

Após conhecer parte do Circuito Histórico da Prainha, nosso roteiro histórico agora nos levará para o Convento da Penha.

Convento da Penha - Vila Velha

Convento da Penha – Vila Velha

Sua construção teve início em 1652, mas o início da história que levou sua construção data de 1569, quando chega a imagem de Nossa Senhora da Penha a Vila Velha, vinda de Portugal e encomendada pelo Frei Pedro Palácios. Segundo conta a história, a imagem era recorrentemente encontrada no alto da formação rochosa, o que levou a construção a ser ali.

roteiro vv

Vista do Convento para a Cidade de Vitória

Em alguns dias da semana, é possível subir até parte do Convento de carro. Mas como isso não é sempre, e a subida pela ladeira também soma a esse passeio, a sugestão aqui é seguir a pé. Uma das alternativas é subir pela ladeira da Penitência e descer pela convencional, mas observe que para tal além de um pouco de preparo, é preciso estar com sapatos confortáveis.

Chegando ao campinho (primeira parada), há uma lanchonete, mirantes e também a Capela de São Francisco. Aproveite essa parada para aproveitar o visual e tomar uma água. Para quem optar por subir de van (paga, é possível de comprar o ticket na entrada) ou estiver de carro (e for possível nesse dia subir com ele), aqui é o limite onde os veículos vão.

roteiro vv

A vista para Vitória do Convento da Penha

roteiro vv

Vista para a Prainha (Vila Velha) e Vitória ao fundo

A partir do Campinho, sobe-se mais um pouco até a entrada do Convento da Penha, passando pela Sala dos Milagres, pela sala de Exposições Temporárias e também pela loja do Convento. Aconselho a visitar todas.

roteiro vv

Exposições no Convento da Penha

Subindo até o Convento da Penha, entre na Capela, aprecie o altar. Caso queira acompanhar uma missa, é possível saber os horários pelo site do Convento. Não deixe de apreciar a vista que se tem de Vitória a partir dessa parte também. No blog tem post específico para o Convento da Penha, só clicar AQUI! A entrada no Convento da Penha é gratuita.

roteiro vv

Das vistas possíveis do Convento da Penha

roteiro vv

Altar da Capela do Convento da Penha

Imaginamos que aqui tenha fechado a manhã, observado que a visita ao Convento da Penha levará em torno de 2 horas. E a recomendação é após descer do Convento da Penha almoçar em algum restaurante nas suas proximidades. Para então, partir para a próxima atração do roteiro.

Farol de Santa Luzia

Para a parte da tarde, a sugestão é se deslocar ao Farol de Santa Luzia. Localizado no final da Praia da Costa, o Farol foi reaberto ao público após um longo tempo fechado em 2016, e sofreu pequenas reformas desde então.

roteiro vv

O Farol de Santa Luzia

Inaugurado em 1871, foi por muito tempo instrumento importantíssimo de navegação pela costa capixaba.  Administrado pela Marinha do Brasil, ali é possível ver uma exposição de tipos de nós e também uma belíssima vista.

roteiro vv

Entrada do Farol de Santa Luzia

roteiro vv

Farol de Santa Luzia e seu entorno

roteiro VV

Rampas de acesso no Farol de Santa Luzia

Para quem ainda não tiver comprado lembranças com a temática canela-verde, ali também tem uma loja. Mais detalhes sobre o passeio ao Farol, só clicar AQUI.

Como se locomover no Roteiro Histórico

Como comentado inicialmente, é possível fazer esse roteiro tanto de carro próprio, ônibus ou a pé. Vamos aqui tentar ajudar a escolher o melhor modal!

Carro Próprio

Será o jeito mais tranquilo. Colocando no aplicativo de Maps de celular Casa da Memória, poderá parar bem próximo ao local – e conseguindo estacionar geralmente com tranquilidade. Com o carro estacionado, poderá se deslocar pela Casa da Memória, Museu Homero Massena e Igreja do Rosário andando (e pouco).

Do Sítio Histórico até o Convento da Penha o deslocamento também é curto, mas a sugestão é deixar o carro estacionado mais próximo ao Convento – ou subir até o Campinho com ele, caso essa opção esteja disponível no dia.

Do Convento até o Farol de Santa Luzia são cerca de 3 km de carro. E mesmo que o roteiro seja histórico, a sugestão e buscar fazer esse deslocamento pela orla – que é muito bonita de se ver. No Farol, geralmente também é fácil de estacionar nas proximidades.

Ônibus + aplicativo de transporte

Para quem vá de ônibus, a dica é olhar os horários e itinerários no site da Ceturb. Alguns ônibus intermunicipais passam próximo ao Sítio Histórico, facilitando assim esse deslocamento. Do Sítio Histórico até o Convento da Penha são cerca de 1,5 km, que dá para fazer andando. Mas caso  prefira pegar um transporte por aplicativo, a corrida deverá dar o mínimo.

A próxima distância a ser vencida é do Convento ao Farol de Santa Luzia. Aqui, são cerca de 2,5 km andando – que também podem ser feitos com transporte por aplicativo. A linha de ônibus que deixa no Final da Praia da Costa pode ajudar, mas o tempo de espera não compensará, até porque depois terá que andar ainda um trecho.

Dicas Úteis para o Roteiro Histórico

Caso tenha percebido, para percorrer esse roteiro, mesmo que esteja de carro, irás andar um pouco. Por isso, segue algumas dicas para torna-lo mais leve:

– Use sapatos confortáveis;

– Use roupa leves e confortáveis, mas lembre-se que entrará em pontos religiosos e também de Marinha;

– Carregue pouca coisa, se possível em bolsas/mochilas leves;

– Leve uma garrafa com água. Em alguns dos pontos do roteiro é possível enche-la;

– No roteiro irás passar por algumas lanchonetes, e poderás ali lanchar. Mas caso prefira, leve seu lanche também – lembrando que o ideal é que seja leve;

– Óculos e protetor solar também são bem vindo nesse roteiro, assim como um chapéu;

– Caso acabe o roteiro por volta das 16 hs, aproveite para conhecer a Praia Secreta (próximo ao Farol de Santa Luzia), andar por suas formações rochosas e dependendo de como esquematizar as vestimentas, cair na água também.

 

ESSE ROTEIRO FOI PENSADO PARA CONDIÇÕES EM QUE SAIR DE CASA SEJA UMA INDICAÇÃO DAS AUTORIDADES COMPETENTES. LOGO, ENQUANTO PERDURAR A PANDEMIA DE COVID-19 E AS ORIENTAÇÕES FOREM FICAR EM CASA, A RECOMENDAÇÃO É PASSEAR PELAS FOTOS E TEXTO E PREPARAR DICAS E OPORTUNIDADES DO QUE CONHECER!

Compartilhe: