O contato com a neve sempre é meio lúdico para nós, brasileiros acostumados com temperaturas na casa dos 30°C. Por isso, o primeiro parque de neve indoor do Brasil, Snowland, se destacou em Gramado como uma das atrações a conhecer e porque não, passar um pouco de frio no verão brasileiro.
Castelinho – Snowland – Gramado/RS

Compramos os ingressos para Snowland chegando em Porto Alegre, no Aeroporto Salgado Filho. Esta compra com poucos dias de antecedência nos proporcionou um descontinho. Para o ingresso da Manu, tivemos o cuidado de levar a carteirinha de estudante da pequena – e ela pode pagar meia entrada (que é um pouco mais barato do que a entrada de jovem/criança). Então a primeira dica é: compre os ingressos com um pouco de antecedência!

O Parque Snowland

Snowland é formado basicamente por dois ambientes. O primeiro, onde a temperatura fica na casa dos 13°C, é o nosso primeiro contato com o Parque. Ali estão os banheiros, a praça de alimentação, pista de patinação, lojas, casas interativas e área de games. Esta é a área mais confortável do Parque, onde é possível andar tranquilamente, sentar nos banquinhos espalhados e curtir o visual da Montanha de Neve. A Montanha de Neve, por sua vez, temos temperaturas na casa dos -5°C. Para adentrar esta área, o parque fornece uma kit térmico (calça, blusa, botas e luvas) que ajuda a permanência ali. 

Área de Games – Snowland – Gramado/RS
Pista de Patinação – Snowland – Gramado/RS

 

Montanha de Neve – Snowland – Gramado/RS

Pelo menos aqui em casa, a principal ideia de ir a Snowland era aproveitar a Montanha de Neve. Manu, no auge dos seus 5 anos, ainda não conhecia neve e tinha o “sonho” de fazer anjinho na neve, como via nos desenhos. 
Havia lido que para aproveitar a Montanha de Neve com menos gente, o ideal era chegar ao parque logo na sua abertura, e ir direto para lá. Assim, depois de devidamente equipados, logo adentramos a Montanha e fomos aproveitar as atrações dali. São elas a Caverna do Yeti, Playground na Neve, Castelinho, Ice Motion e Vila dos Jogos. Destes, impossível resistir a uma foto com o Castelinho – dedicado aos pequenos.

Anjinho na neve – primeira coisa que Manu fez ao entrar na Montanha de Neve – Snowland – Gramado/RS
Porque não sentar para tentar esquentar? Snowland – Gramado /RS
Caverna do Yeti – Snowland – Gramado/RS

 

Equipada no Mini-tubing – Snowland – Gramado/RS

 

Medo de ursos jamais! Snowland – Gramado/RS

Manu desceu algumas vezes no Castelinho e curtiu um pouquinho do playground, mas como estava muito frio logo nos rendemos a um chocolate quente, que pode ser comprado na Montanha de Neve mesmo. Depois aproveitamos para entrar na Caverna do Yeti e fazer amizade com o grandão das neves. Aqui, destacamos que é possível tirar uma foto com o Yeti – e pagar cerca de 20 reais por ela na saída da caverna.
Já nós, aproveitamos um pouco o Tubing, mas não chegamos a fazer snowboard ou esquiar – que são atrações pagas a parte. 

Nós, um chocolate quente e o entorno de gelo – Snowland – Gramado/RS

 

Companheiros de pausa – Snowland – Gramado/RS

Estar na neve tem essa coisa mágica, e poder com poucos passos estar num ambiente com quase 20°C a mais melhor ainda! Por isso, saímos e voltamos algumas vezes. Deixamos a parte da manhã para aproveitar bem a Montanha de Neve, e  a parte da tarde aproveitamos as outras atrações de Snowland (mas isso sem planejar).
Shows de Patinação ocorrem ao longo do dia, em horários pre-determinados e são avisados nos auto-falantes do parque. O show é um encantamento a parte, com passos bem elaborados e muito animados. Para quem se animar, é possível tomar aulas e também patinar – serviço também pago a parte.

Show de patinação – Snowland – Gramado/RS

Na Praça de Alimentação, as casas interativas geram no início um pouco de medo nas crianças, mas logo elas tomam coragem e começam a apertar as campainhas e assistir as pequenas apresentações. Sair apertando todas as campainhas e assistir a reação em cada casa trouxe um sentimento nostálgico, da infância, gostoso de reviver. 

Casas Interativas – Snowland – Gramado/RS

Para aproveitar Snowland

Antes de arrumar as malas para Gramado, caso Snowland esteja no seu roteiro, algumas dicas são importantíssimas. Dentre elas, levar roupas térmicas. O parque fornece uma calça, um casaco, luvas e o calçado, mas só eles não são suficientes para lhe fazer sentir confortável nas temperaturas da Montanha de Gelo, que varia de 3 a 5 graus negativos. Por isso, a dica aqui é levar uma calça e blusa térmica, além de pelo menos dois pares de meias quentes e gorro ou um capuz para proteção da cabeça. 
Como fomos no final de dezembro (dia 31, para ser mais exato), fomos para o Parque com roupas leves e chinelos. Chegando lá, após adentrar na área resfriada e antes de ir para a Montanha, passamos no banheiro para colocar as roupas térmicas antes de pegarmos as roupas fornecidas pelo parque.  Por isso, leve roupas que dê para usar nos quase 13°C da área resfriada e depois lhe dê suporte na parte super gelada!
Para Manoela, levamos uma blusa e uma calça térmica, uma calça e uma blusa de moletom, além de duas meias. Para nós, calças jeans e blusas térmicas, além das duas meias. Levei também uma caxemira, que usei para esquentar os cabelos e proteger os ouvidos da pequena. 
Além da dica de ir logo que o parque estiver abrindo, outro fator importante a ser considerado é sobre o guarda-volumes para a Montanha de Neve. Nesta área, não é permitido entrar com bolsas – e por isso, tem-se o direito de guardar os calçados gratuitamente. Mais que isso, é necessário pagar o aluguel de um armário (cerca de 30 reais) ou levar mochila. Isso mesmo, é permitido entrar de mochilas, e por isso, condensar o que for usar em uma pode lhe trazer alguma economia – além da praticidade de ter contigo os teus pertences!
Chegamos ao parque 20 minutos antes dele abrir, estacionamos o carro num estacionamento “provisório” numa casa ao lado do parque pela bagatela de R$20,00 o dia e dali andamos menos de 200 metros para aguardar a abertura dos portões. Mas o parque também dispõe de estacionamento – só é um pouquinho mais longe. Já a saída, se deu por volta das 16 horas. Logo, a dica aqui é reservar sem culpa um dia inteirinho para aproveitar bem a neve em Gramado.

Um beijinho gelado – Snowland – Gramado/RS

No mais, tome aquele café da manhã reforçado para poder gastar toda a energia (e queimar as calorias) brincando na neve!

Compartilhe: