Vale dos Dinossauros

Se estiver viajando com crianças ou a sua criança interior curte o mundo nada discreto dos dinossauros, fazer a dobradinha Gramado-Canela para conhecer o Vale dos Dinossauros será um dos passeios imperdíveis a ser feito. As trilhas nada convencionais do parque levam os seus visitantes a uma experiência tanto visual quanto auditiva, que a gente descreve neste post.

Vale dos Dinossauros – Gramado/RS

O Vale dos Dinossauros

Manu curte o mundo dos dinos, e confesso que sem qualquer influência dos pais. E quando definimos Gramado como destino (muito por causa da pequena), logo passamos a listar quais das atrações a agradariam e apresentamos para ela, que prontamente escolheu o Parque como lugar que queria conhecer.
O ingresso para entrar no Vale dos Dinossauros não é lá o mais amigável ao bolso (R$60,00 a inteira e R$30,00 para crianças), e confesso que quando pensamos no valor que seria depositado, deu uma leve vontade de desistir – mas promessa é dívida, e uma das grandes se for para uma criança – então, lá fomos nós. Chegamos ao parque por volta das 16 horas, e sabíamos que teríamos como limitante ali o tempo a ser dedicado a atração.
Após a compra dos ingressos na bilheteria (que é próxima ao estacionamento do parque), um micro-ônibus nos leva até a entrada real do passeio. No percurso – que não dura 10 minutos – o motorista aproveita para fazer a turma já entrar no clima do parque.
Vale dos Dinossauros – Canela/RS

Chegando no Vale dos Dinossauros, há duas trilhas que podem ser percorridas. Ambas são curtas, e durante o passeio por meio do cenário natural alguns dinossauros estão expostos. Na primeira trilha que percorremos os movimentos realizados pelos dinossauros passa a impressão que eles não querem ser vistos e estão na posição ‘estatua’, alguns apenas mexendo apenas os olhos ou dedos e fazendo pouco ruído/barulho. Já no caminho para a segunda trilha, é possível ver os dinossauros com mais movimentos e emitindo sons mais fortes – dando a impressão que ou os incomodamos ou estão marcando o território. Passar pelas duas trilhas, mesmo que com muita atenção ao trabalho exposto, não deve tomar mais que uma hora.

E aí, esse dino intimida? – Vale dos Dinossauros – Canela/RS
Será que a Manu se intimidou?

 

Será que a gente não volta a infância? Vale dos Dinossauros – Canela/RS

 

Aquele sorriso cativante – Vale dos Dinossauros – Canela/RS

 

E essa criança rindo? Vale dos Dinossauros – Canela/RS

 

Mais do Vale dos Dinossauros – Canela/RS
Aquela surpresa boa – Vale dos Dinossauros – Canela/RS

 

Te lembra algum filme? Vale dos Dinossauros – Canela/RS

 

Sobre o encantamento da pequena – Vale dos Dinossauros – Canela/RS
Resolvemos incrementar o passeio com uma pequena aventura de quadriciclo – cerca de 25 minutos passando por trilhas de nível fácil e atravessando um riacho. Um dos pontos altos desta aventura é a parada numa pequena cachoeira. Esta pequena aventura de quadriciclo custou R$100,00 (fomos os três num só – e pagamos em dinheiro após a negociação do preço).
Que tal uma aventura? Vale dos Dinossauros – Canela/RS

O Vale conta também com uma pequena ‘lanchonete’ temática, além de uma loja para os amantes do tema. O desafio ali, caso esteja com uma criança, é sair com comprar nada na loja.

Dino Bar – Vale dos Dinossauros – Canela/RS

Informações importantes

O Vale dos Dinossauros está localizado na Estrada do Caracol (RS 466), n.°1600. Para quem vem de Gramado, na margem esquerda da rodovia (e um pouco antes do Parque Estadual do Caracol). É possível chegar ao Parque tranquilamente com o auxilio do Google Maps. Lá também é uma das paradas do BusTur que faz passeio turístico por Gramado e Canela.
Reserve para o passeio ao menos uma hora caso goste muito do tema e queira olhar com calma os movimentos e detalhes dos dinossauros. Se resolver incrementar com o quadriciclo, aqui a sugestão é destinar duas horas para o passeio completo.
Caso vá em meses quentes (como a gente, que foi em pleno verão), a dica é fugir dos horários mais quentes do dia e encaixar o passeio no início da manhã ou final da tarde. Mas se for no inverno, tente não ir tão tarde – para poder aproveitar a luz do sol. Outra informação importante para quem for no verão e fazer também o quadriciclo é, além de usar roupas confortáveis, levar repelente.
Cachoeira avistada no passeio de quadriciclo – Vale dos Dinossauros – Canela/RS

No mais, aproveite o passeio!

Compartilhe: